Carnavrau

Categoria: 

Olá leitores, como estão? Bom vou me apresentar. Me chamo Ariel, tenho 20 anos, loira de farmácia kk, 1,78 de altura(sim meio avatar) peitos e bunda média. Pulando um pouco a ordem cronológica dos meus contos vim contar algo mais recente.

Esse ano no carnaval resolvi viajar com alguns amigos para curtir um pouco, a viagem foi tranquila até então achei que seria mais um rolê sem nada de mais, chegamos na casa onde ficaríamos, e nos separamos nos quartos, no meu era eu e um casal de amigos, Henrique e Mariana, dois lindos, ele moreno, 1.80, super gostoso, meio gordinho meio forte e ela baixinha 1,55, gordinha com um bundao e peitos enormes, e 3 amigas solteiras ficaram no outro quarto.

No outro dia , levantamos e mal tomamos café da manha e o Henrique já começou a colocar as cervejas na geladeira, antes do meio dia já estávamos na segunda garrafa de vodka. Após almoçarmos e ficarmos ainda mais bêbados fomos a praia com dois cooler cheios de cerveja. Fomos ouvindo todo aquelas piadas sem graças de homem no caminho, porém nenhum que me fizesse fingir que gosto das “investidas”, ao chegarmos ficamos sentados próximo do mar e bebendo muito para não perder o habito, logo as minhas amigas solteiras acharam um grupo de boys e me abandonaram com o casal, o henrique virou pra mim e falou:

- Não vai a caça junto com elas?

- Não, muito “padrãozinho” para o meu gosto

Respondi rindo e bebendo mais

- Que tipo de homem você gosta Ari?

Perguntou a Mariana

- Quem disse que gosto de homem? Respondi rindo, gosto de homens com cara, corpo e jeito de homem respondi para ela

Rimos e ela falou

- Tipo o meu boy?

- Ou tipo você falei rindo kk ela me surpreendeu e falou que me achava mt linda e gostosa, fiquei sem jeito e ri.

Henrique se aproveitando da situação falou,

- pq você não beija ela amor?

Eu ri e quando menos esperava ela me tascou um beijo que só de lembrar já fico molhada, aproveitei e apertei aquele corpo, sentido ela se arrepiar toda.

Paramos e olhamos para Henrique e ele estava rindo com uma cara de safado, Mari foi ate ele e beijou ele com o mesmo fogo que havia me beijado. Esperei eles pararem e sugeri voltar para a casa, eles se olharam e aceitaram. Voltamos e assim que fechamos a porta Mari pulou em cima de mim me beijando e apertando minha bunda me fazendo gemer, eu apertei aqueles peitos lindos e rosados enquanto beijava e gemia, baixei a minha mão pela sua bunda e senti que o Henrique já enfiava alguns dedos nela, puxei ele pelo braço e fui beijar ele enquanto ele metia os dedos nela. Paramos e fomos para o quarto antes que alguem chegasse, Henrique e mari tiraram a minha roupa, ela se ajoelhou e passou a lingua na minha buceta de uma forma tão gostosa que fiquei com as pernas tremendo e quase caindo apena com ela tocando meu corpo, tenho uma facilidade enorme para gozar e nesse caso foi otimo, gozei muito minutos após ela começar, ela se levantou e foi em direção ao nosso homem que estava apenas se masturbando enquanto via eu gozar, ela olhou para ele e falou quase que ordenando: - Me beija e sente o gosto da nossa putinha

Eu arrepiei de ouvir aquilo e ver ele beijando e enfiando 2 dedos naquela buceta linda, totalmente depilada, que dava um contraste com a minha com pouco pelos e com o pau enorme e peludo dele. Não me contive e tive que chupar aquele pau grande( mais ou menos 20cm) e muito grosso, minha mão não fechava nele, chupei o maximo que consegui, ate que recebi uma ajudinha da mari que se ajoelhou ao meu lado e passou a mamar aquela delicia comigo, para a minha surpresa ela engolia quase todo aquele mastro, então resolvi baixar e chupar aquela buceta linda para retribuir o prazer que ela me deu, chupei muito, coloquei 2 dedos, depois 3 e quando notei já estava com a mão dentro dela e ela gemendo mt e gozando na minha mão. Ele puxou ela pelo cabelo e jogou na cama e meteu tudo de uma vez nela, com ela de frango assado, fiquei um tempo só olhando aquela cena linda, aquela branquinha e baixinha sendo devorada, até que não aguentei e resolvi sentar na boca dela olhando e beijando ele, ficamos alguns minutos assim, até que ele gritou que iria gozar, e começou a gemer muito alto, gozei junto, e acho que ela tbm. Ficamos alguns segundo nos recuperando, até que eu baixei até a buceta agora arregaçada da Mari e tomei toda a porra que estava saindo dela. Cansamos e fomos dormir. Mais tarde acordei com as minhas amigas contando que ficaram com os boys e que eu havia “perdido” mal sabiam elas que eu tinha gozado muito. Infelizmente no dia seguinte minha menstruação baixou e não aconteceu mais nada. Pelo menos até agora

https://www.casadoscontos.com.br/texto/20180442

Comentar