Daddy ( Leitinho)

Categoria: 

Acordei sentindo beijinhos nas minhas costas, descendo até minha cintura. Abri os olhos devagar, resmungando e me remexendo enrolada no cobertor que me deixava quentinha.

- Me deixa dormir papai, por favor. - Resmungo pela décima vez.

Ele não interrompe nem sequer um segundo os beijos, me irritando ainda mais.

Noite passada eu havia ficado até tarde vendo séries e filmes, ele não sabia disso, se soubesse ficaria furioso mas, como eu sou bem teimosa não consegui resistir.

- Acorda princesa, quero te dar um leitinho bem quentinho. - Diz entre beijos. - Você quer?

- Não, quero dormir ! - Falo alto demais.

Ele me vira de uma vez, ficando por cima de mim. Olha nos meus olhos e segura meu rosto com força.

- Não te ensinei a falar comigo assim... - Seu tom de voz era ameaçador.

Mas eu queria pagar pra ver, não como uma boa garota se é que me entende.

- Hm. - Respondo. Bem atrevida.

- Não me faça punir você princesa, não logo agora pela manhã. - Ele estreita os olhos.

Ele sai de cima do meu corpo e vai até a porta do quarto, eu o encaro emburrada. Também não queria ser punida logo cedo mas adorava uma diversão a mais.

- Você é o pior daddy do mundo ! - Grito e jogo o travesseiro nele.

Saio correndo ao ver ele dar meia volta vindo em minha direção, ele se apressa e me agarra pela cintura. Me puxa até a cama me forçando a ficar em seu colo, abaixa minha calça de moletom e puxa minha calcinha de uma vez só para baixo.

- NÃO PAPAI, POR FAVOR NÃO! - Grito enquanto tento fugir.

- Sabe porque vai ser punida princesa? - Ele pergunta acariciando minha bunda.

- Uhum. - Choramingo.

- Pode me dizer o por que ? - Sinto ele apertar os dedos contra minha pele.

- Por que eu gritei com você papai e fui mal educada. - Falo com a voz mais manhosa que consigo fazer.

- Acha isso certo? Gritar com o seu daddy ? - Sua mão bate com força na minha pele.

- AAH! Não papai. - Tento colocar as mãos sobre o local.

Ele segura meus dois braços com uma mão e bate outra vez, mais outra e outra até eu sentir meu bumbum queimando. Eu choro e tento ficar o mais quietinha possível, continuar tentando escapar seria pior. Quando por fim ele termina, me senta ainda no seu colo de frente pra ele.

- Princesa, eu odeio quando isso acontece mas hoje acho que não vou mais te dar leitinho. Se quiser vai ter que merecer! - Enxuga meu rosto com os dedos.

- Mas agora eu quero daddy. - Falo olhando pra ele.

Ele sorri e me deita na cama, terminando de tirar toda minha roupa. Eu fecho os olhos sentindo sua boca tocar entre minhas pernas, solto gemidos baixinho enquanto ele brinca com meu clitóris. Sua língua desenha círculos gostosos, seus lábios tocam minha carne quente. Eu continuo gemendo e implorando por mais, até ele parar e bater na minha coxa nua.

- hmmm. - Reclamo.

- De joelhos princesa! - Ele se levanta. - O que você quer mesmo, fala pro daddy ?!

- Quero leitinho dada, por favor me dá? - Faço biquinho.

- Abre bem essa boquinha pro papai vai!

https://www.casadoscontos.com.br/texto/201712429