Geyci Mazzacani

Categoria: 

Oi gente meu nome é Jéssica sou casada com De e uma puta adoro uma rola bem novinha ou madura vou contar nossa viagem a casa dos pais do De eu já era a puta do meu sogro desde as férias passadas dessa vez ficaríamos as ferias todas já imaginava como seria , chegamos numa quarta minha sogra ainda trabalhava meu sogro havia ganho uns 10 kg pelo menos assim que chegamos ele nao perdeu nos recebeu com uma tremenda festa abraçou o filho e whesley que chamou de neto postiço dando risada e a mim cumprimentou por ultimo dando um grande abraço e um leve apertão na bunda bem discreto mas eu entendi o recado e sorri como quem diz fique a vontade srsrsrsrsrs descarregamos o carro logo contei ao De e disse bem baixinho no seu ouvido seu pai ta me querendo nao demorou ele disse que iria a casa da irma e whesley quis ir junto ver o Marcinho seu Marcio nao perdeu tempo assim que saíram com carro ja veio direto pra sala parou de frente pra mim abaixou a bermuda deixando aquele pau lindo meio peludo coisa de velho mas grande e grosso eu olhei bem pra ele sorri disse ta com saudade da norinha ? com cara bem safada segurei aquele mastro na mão e dei um beijinho na cabeça e comecei um boquete bem gostoso podia sentir aquele liquido saindo do pau dele quando seu Marcio me pegou pelo braço e pôs de quatro no sofá ergueu meu vestido e ficou olhando por um instante matando a saudade puxou a calcinha ate o meio da coxa esfregou aquela rola maravilhosa na portinha da minha xoxota e empurrou de uma vez só entrou sem dificuldade pois a essa altura eu estava encharcada de vontade e amo ser fodida assim com brutalidade ser submissa sentia as bolas dele batendo em mim e fiquei louca diia isso sogrinho mete na sua nora que ela adora ser sua puta e ele respondeu que iria gozar me agarrou pela cintura e acelerou as estocadas me imundando de porra ficou por um tempo parado e eu sentindo o pau murchar dentro de mim depois saiu de dentro eu ajeitei minha calcinha feliz da vida sabia que teria muito disso durante esse mês todo . assim que o De voltou entrou no quarto se sentou na cama eu fui atras fechei a porta subi encima dele e disse pra passar a mão na minha calcinha ele logo entendeu passou sentiu ela toda esporrada tirou pau pra fora e me fudeu bem gostoso enquanto eu contava como seu Marcio havia feito uns minutos antes tomamos um banho descansamos ate que anoiteceu e minha sogra já havia chego e fazia janta pediu que levasse uns tira gostos ao meu sogro que jogava domino com amigos nos fundos fui sorridente chegando la minha surpresa estavam seu Roberto e seu Joao que me receberam com sorrisos assim que me aproximei da mesa pra por os tira gostos seu Roberto logo enfiou a mão por baixo do meu vestido e começou a acariciar minha xoxotinha seu marcio deu risada e logo levantou meu vestido deixando munha bunda a mostra aquela mão áspera me dedilhando me deu um tesão sem igual pra facilitar pra eles debrucei sobre a mesa deixando eles a vontade seu Roberto logo se ajeitou atras de mim puxou minha calcinha pro lado e começou a lamber minha xoxotinha logo ficou em pé atras de mim colocou pau pra fora e foi pondo aquela piroca preta dentro de mim que preto gostoso minha vontade era gemer alto mas não podia tive que abafar a muito custo logo senti um jato de porra quente me imundar seu roberto deu mais umas estocadas e cedeu lugar seu João que não conversou e meteu a rola sem nem pensar minha xota tava pegando fogo de saudade daqueles três safados enquanto joao me fodia como um bicho sem anuncio nem nada gozou e saiu de dentro nisso ouvimo De falando com minha sogra seu Marcio se apressou para seguralo na cozinha enquando nos recompunhamos.

https://www.casadoscontos.com.br/texto/201709728