O namorado da patroa me fez de puta novamente

Categoria: 

Olá meus picados estou aqui pra mas umas das minhas putaria pra contar pra vcs quero pedir desculpas pelos erros gramaticais como prometir vou me esforçar pra que o conto fique mas gostoso .eu sou rubilane sou magrinha negra seios pequenos e uma bundinha redondinha quem já fudeu adorou o Dom principalmente .

Bom vamos a o que enteressa .depois que o Dom me faz de puta na casa da Elena minha ex patroa passaram cercs de cinco seis anos. fui demitida depois que fui abusada é usada pelos traficantes de lá então ele com medo me mandou de volta pra minha cidade .onde vim morar com minha mãe .eu tive uma filha lá e ela ficou com minha filha eu aceitei pois não poderia dar futuro melhor pra ele e fiquei lá na minha cidade com minha mãe e meus irmãos onde voltei a putaria que tinha antes de trabalhar pra Elena .voutei a sair de carros com os caras pra baladas e até mesmo pra fuder no motel no carro as vezes ia pra casas deles fodia com dois de uma vez só .isso tudo tem em meus contos anteriores .até que nessa de ir pra balada conhecir o Durval um moreno cor de jambo baixinho mas bem malhado .seu apelido era Val .

Ele e se aproximou bastante de mim em qunto os outro só queria meter e caia fora só me procuravam fim de semana pra ir pra balada ou pra me fuder no carro ou no motel ou na casa de alguns dele. já o Val me procurava sempre e passamos a sair pra bares até que um dia resolvir dá uma chance pra ele achava ele meio otário mas na verdade eu que era uma puta ele era um cara sério por ele me tratar tão bem eu achava ele assim .

Então marcamos pra sair .ele foi até minha casa me pegar e fomos pra o ponto de ônibus e fomos pra uma cidade mas agitada comemos .cansamos e fomos pra um casa que ele dizia ser dele uma casinha mas bem arrumada tinha só um quarto com uma cama de casal eu já tava bêbada e queria me livrar logo dele fazer ele gozar pra irmos embora então ele partiu pra a cima de mim tirando a pica pra fora que era uma pica grande e grossa má uma coisa me chamou atenção ele era um moreno meio avermelhado mas a pica dele era bem preta .mas assim mesmo botei na boca e passei a chupar deslizava meus lábios sobre o corpo da pica e ele de olhos virados então passei a sugar a cabeça e vir que ele ficou louco então passei a investir nisso pra ele gozar logo então foi aí que ele me empurrar e gozou nos meu seios e eu fiquei ali deitada e ele foi pro banheiro e depois voltou fumando um cigarro e me olhando .aí ele me olha e fala que ainda queria fuder minha bucetinha olhei pra ele e sorrir mas com um pouco de pena por não fuder com ele com gosto minha buceta nem tava melada.

Ele chegou perto de mim e disse -tira a calcinha que quero sentir o gosto da sua buceta nossa minha buceta minou na hora fiquei surpresa por ele ser tão comportado e falando isso .foi aí que fiquei de quatro e ele foi se ajeitando e metendo a rala preta dentro da minha bucetinha que já tava melada e parecia que ia chupar o pau pra dentro agora ele metia gostosa e parecia que não pensava em gozar eu gozei umas três vezes com ele metendo na minha buceta perguntei se ele não gostava de cuzinho ele disse que sim mas nunca achou alguém pra dá pra ele então falei -achou agora pode meter e todo seu foi o que ele fez passou a botar a cabeça no olho do cu e fui empurrando tudo pra dentro mas vi que ele não aguentou a pressão de comer um cuzinho pela primeira vez e encheu meu cu de gala e caiu na cama em cima de mim me beijando me agradecendo por aquele encontro .aravilhoso . então nos arrumamos e fomos pra casa .depois disso ele sumiu durante a semana e quando chegou sábado ele me viu entrar no carro com dois caras tava indo pra balada.sentir que ele ficou triste .eutava no banco de trás do carro mas os cara mandou eu sentar no banco da frente onde fui no colo de um ele brincado comigo dedava minha buceta meu cu as vezes até dava umas chupada na pica do que tava dirigindo fomos pra balada bebemos e comemos o bom de sair com eles é que ou não pago nada e como é bebo o que eu quiser quer dizer pagava com a bucetinha e o cuzinho rrss .acabou a balada e um deles queria que eu fosse dormir com ele eu disse que não poderia que tinha que lavar roupa pra domingo sair de novo. Ele disse que eu tava fazendo cu doce então acabei indo com ele .

Mas veio a lembrança da carinha triste do Val quando me viu saindo de carro . chegando na casa do cara que eu ia fuder o nome dele é Cristino o Cris ele não tem uma pica grande mas sabe fuder gostoso e nesse dia ele ficou bebendo ante de me fuder quando fomos fuder ele deu unas metida no meu cu e gozou e acabou dormindo mas eu também não tava querendo .

Segunda feira tô em casa o Val chega lá e perguntar que dia eu poderia sair com ele eu disse que o dia que ele podesse ele perguntou se eu ia sair com os caras de carro eu disse só fim de semana ele disse que assim ele não queria que era pra eu sair só com ele que ele me dava tudo que eu quisesse comida bebida casa pra mora não era aquele caras que só queria me usar . fiquei pensando no que ele me falou comentei até com minha mãe e ele disse que ele tava certo que eu deveria procurar ter uma família .

Então aceitei a proposta dele saímos pra beber., depois de um tempo a fui morar com ele e tive dois filhos com ele . O tempo passou meu filho maior já tava com 3anos foi que tudo começou a mudar ele passou a levar 3a4 dias sem vim em casa eu cuidado dos filhos que não tinha nada pra comer . então passei a deixar meus filhos com minha irmã e passei a sair pra balada novamente muita gente disse que sentiram minha falta principalmente os meninos mas não fudir com ninguém só que Val ficou sabendo e me deu uma surra que me deixou de cama por três dias .como pode um cara mudar assim . depois de um mês sem dar notícias eu já tava passando dificuldade sem nada pra comer como morava em outra cidade minha mãe não sabia não tinha dinheiro nem pra visitá-la .tava feia magra de mas .

Veio a notícia que ele foi preso por assalto a mão armada .nossa fiquei aflita . arrumei as coisas que deu pra levar é minha mãe foi me buscar .uma visitinha tinha conseguido ligar pra ele .

Fiquei morando com minha mãe e meu dois filhos mas minha mãe falou as leis lá que não era pra eu ir mas pra balada pois já tinha dois filhos e ele não ia tomar conta de ninguém .eu fiquei mas em casa .depois minha mãe me fala que o Val ligou pra ele que queria que eu fosse visitá-lo na cadeia pois tinha uma coisa pra me dizer fui visitar o canalha ele me disse que na casa dele onde moravamos tinha meu cartão da bolsa família que eu não sabia que eu tinha disse que tava no guarda roupa depois que fui lá peguei o cartão quando fui tirar o dinheiro ele disse que eu teria que ir lá de novo pra ele me dar a senha mas não tinha dinheiro falei com o rapaz que faz linha que quando eu voltasse que dava o dinheiro ele que que só me levava se eu fudesse com ele aceitei no caminho mesmo ele parou o carro e me comeu no meio do mato ele disse se eu deixasse ele comer meu cu que não ia cobrar o volta deixei ele fazer tudo .e ainda o Val me comeu na cadeia .

Com o cartão e a senha na mão esquecir do Val .não fui mas visitar ele.depois de um tempo já me acostumando com aquela vida de cuidar dos meus filhos .osso a voz da Elena falando com minha mãe .e quando corro pra ver tava ele e o Dom o namorado dela que me fez de putinha dele .minha buceta babou na hora só de ver o Dom .a Elena veio me comprimetar e falou sobre meus dois filhos disse que eu não tinha jeito vi minha filha que por sinal tava linda .e o Dom que me comprimentos com um beijo no rosto nossa fiquei elétrica quando vi o Dom parece que acenteu uma fogueira em mim tal vez por ele ter Cido meu melhor comedor . então eles foram pra casa da mãe da Elena .eu disse que depois passaria pra dá um beijinho na minha filha . peguei a minha bermuda mas curta que eu tinha e eu ver eles cheguei lá levantei bem a bermudinha que a poupinha da minha bunda aparecia ele o Dom olhou discretamente e disse que eu não tinha mudado nada apesar dois filhos e Elena concordou e eu disse vcs também .

Era sábado eles queriam um lugar pra beber e dançar eu disse que levaram ele pra um bar de um amigo meu mas eu só podia ir cedo por conta das crianças eles concordaram fomos pra esse bar que tava meio devagar por causa da crise mas logo eu comecei a dançar e depois chegou minha irmã e a Elena se junto com a gente quando olhei o bar já tava cheio de gente . tinha mas homens claro por conta da Elena que era novata pra eles é tão o dono do bar apagou as luzes e pois um globo de vidro que deixou o local escuro comecei a dançar e o Dom filmando ele também dançou com a Elena e eu filmei só que as crianças queriam ir embora pois tava com somo então a Elena. Levou minha filha que morava com ele e minha levou meu filho maior pois o menor tava com minha mãe.eu ia também mas a Elena pediu pra eu ficar com o Dom pois ele não conhecia ninguém lá então eles se foram ficou eu e o Dom lá chemei ele pra dançar ele veio e comessamos a dança pouca hora ele começa a passar a mão na minha bunda como tava meio escuro não dava pra ninguém ver sinto a pica dele rala em mim a começo a me esfregar nele e sentindo aquele perfume que me fazia lembrar das foda que tive com ele a música acaba vamos pra mesa que tava bem no cantinho do salão ele senta e eu sento do seu lado passamos falar da loucuras qua aprontamos na quela época ele disse que eu era uma putinha boa que sentia falta de mim e meteu a mão entre minha pernas e alisou minha buceta por cima da roupa ele mandou eu abrir o botão e o zíper e meteu a mão mas não conseguiu alcançar minha buceta ele botou a picona pra fora e eu fiquei ponhetando eu ia baixar pra chupar mas ele não deixou os outros podia perceber disse ele .depois ele tirou umas foto minhas no celular e mandou eu pôr a mão na bucetinha por cima da roupa depois fui ao banheiro a Elena chegou bebemos mas um pouco o bar já tava meio vazio fomos embora e no caminho Elena disse que levaria o Dom e a nossa filha pra ver o Rio e perguntou se eu não queria ir disse que sim queria levar meus filhos também.

Pela manhã Elena passou lá em casa junto com o Dom e minha filha pra me pegar minha mãe disse que ficava com meu filho menor ele era novo ainda pra ir pro Rio . entao foi eu minha irmã e meu filho maior cheguei chegamos Rio tiraram fotos das crianças e tomaram banho depois apareceu um cara com um barco as crianças queriam anda de barco então Elena disse que ia dar um passeio com as crianças então entrou Elena minha filha e meu filho minha irmã quando fui entrar o raspas disse que o barco não aguentava tanta gente então mas uma vez, fica eu e o Dom sozinhos rrrrsss.

Quando o barco sumiu na margem o Dom disse -agora vou matar a saudade da minha putinha gostosa eu apena sorrir ele disse que era pra eu tirar só a parte de baixo do biquíni e levantar a saia se chegasse alguém era só abaixa só que tinha uma mulher lavando roupa no rio fomos mas pra dentro do mato e lá fiz o que ele mandou ele tirou só a bermuda e cueca e ficou de camisa e veio me chupar.hum que saldade daquela língua que saudade do meu macho depois e mi há hora de chupar onde ele meter até me engasgar depois se levanta e fica na minha frente se abaixa e fode minha buceta em pé e chupa meus peitos e meter a picona toda dentro da minha bucetinha que se abre parecendo reconhecer aquela rolona que fudia naquela época de puta .então passou a estocar bem gostoso eu gemendo é ele fala-se o mi há vagabunda mata a saudade dessa pica vai não aguentei e melequei sua pica todinha que gozada cheiguei até a cabalear do gozo ele riu e meteu mas pica pra dentro .

Depois me virou de costa e sentir a cabeça na entrada do buraco que ele mas gosta de fuder meu cuzinho ele tenta botar mas a cabeça não passa pois já tinha um tempo sem fuder meu cu apertou então ele botou um,dois, três dedo e fico girando eu dei um grito ele tapou minha boca e riu veio pra traz de mim e agora a cabeça entra com tudo e ele se ajeita e começou a meter e me levantou e apertando meu seios com a pica no meu cu esfregava meu grelo e metia no meu cu que a pica entrava até o talo sentia meu estômago roncar .ele metendo e falando que eu fui uma das melhores puta que ele já teve que aguenta a pica dele toda não ficava trirando de dentro como algumas . tanto no cu quanto na buceta eu aguentava .eu disse que adorei ser puta dele . então ele tira a pica do meu rabo e olha o estrago que fez depois manda eu baixar e abrir a boca e gozar sem deixar cair nada no chão .e fala assim .vai minha vagabundinha cueira bebe a porra do seu macho vai putinha minha putinha do cuzinho gostoso engolir a gala e corrir pra cima dele é chupei sua pica até fica limpa .

Depois voutando pra esperar Elena e outros caímos no rio pra lavar a putaria que tinha acontecido depois a el a Elena chegou fomos pra casa .foi aí que a Elena falou que Quando tava vindo pra minha cidade que o juizado disse que dá próxima vez pra apresentar um atestado de altorizacao minha parte e combinamos de eu ir na outra semana ele disse que eu ia fica uns 15 dias lá é que eu podia levar meu filho maior .aí eu pensei quinze dias sento puta do Dom vou voutar ao paraíso que homem que sabe fuder .ele saber me fazer de puta parece um feitiço .

Então eles foram embora e disse que ligaria pra minha mãe .fiquei lá durante uma semana sendo a putinha do Dom mas isso fica pra próxima história.espero que tenham gostado .chupadas e beijos nas rolas de vcs .rrss

https://www.casadoscontos.com.br/texto/201709502